Usamos cookies - eles ajudam-nos a fornecer-lhe uma melhor experiência online.
Ao usar o nosso sítio da internet aceita a possibilidade de guardarmos e acedermos a cookies no seu dispositivo.

O Sistema da Taça

Participar numa das Taças Hattrick é um desafio muito prestigiante para todos os diretores desportivos e é igualmente uma boa maneira para os jogadores ganharem mais experiência e uma boa ocasião para conseguir mais alguma receita para o seu clube. O sistema de Taças Hattrick foi desenhado para oferecer uma experiência com sentido para equipas de qualquer nível. Também foi desenhada para garantir que todos as equipas disputam pelo menos três jogos da Taça todas as épocas.

Todas as equipas na VI Divisão e acima jogarão na Taça Nacional. Se forem eliminadas prematuramente da Taça Nacional, a equipa irá ainda participar numa Taça com menos prestígio. Se o seu Campeonato tiver mais de seis divisões, haverá ainda uma Taça Divisional para cada divisão abaixo da VI. As equipas destas divisões (VII Divisão e abaixo) disputarão a sua Taça Divisional respetiva em vez da Taça Nacional.

Se a sua equipa for eliminada prematuramente da Taça Divisional, terá, tal como na Taça Nacional, a oportunidade de participar numa Taça um pouco menos prestigiante.

Jogos da Taça

A Taça joga-se sempre a meio da semana. A primeira eliminatória da Taça Nacional e da Taça Divisional têm sempre lugar na semana antes do primeiro jogo do campeonato da época. As Taças Challenger são constituídas pelas equipas que foram eliminadas, quer da Taça Nacional, quer da Taça Divisional e, por esta, razão, a primeira Taça Challenger começa uma semana após o início da Taça Nacional e da Taça Divisional. Há Taças Challenger separadas que correspondem com a Taça Nacional e com cada Taça Divisional. O seu primeiro adversário da Taça e a Taça na qual irá participar são anunciados com uma semana de antecedência. Nas eliminatórias seguintes, o seu próximo adversário e Taça atual serão anunciados pouco depois de todos os jogos da taça atual terem terminado.

As equipas que entrem numa competição numa eliminatória mais avançada irão sempre encontrar as equipas que entraram na competição mais cedo. Se as equipas entrarem na competição ao mesmo tempo, as equipas com melhor cotação irão sempre jogar com as que tenham pior cotação. (Na prática isto significa que se conseguir permanecer na Taça Nacional até à 5ª ou 6ª eliminatória, quando entrar na Taça Challenger irá jogar contra qualquer equipa que foi eliminada na 1ª ou 2ª eliminatórias da Taça Nacional, não importando a sua cotação regular da Taça).

As equipas são primeiramente cotadas segundo a divisão que disputam esta época e depois cotadas dentro de uma divisão particular, como se segue:

1. Equipas ativas despromovidas
2. Equipas ativas que não são despromovidas nem promovidas
3. Equipas que são promovidas pela sua própria força
4. Equipas que são promovidas "gratuitamente" (substituindo um bot despromovido)
5. Bots, no caso de lugares vagos

Equipas dentro de cada grupo mencionado acima são sorteados de acordo com a cotação do final da época passada. A cotação permanece a mesma ao longo da Taça.

A equipa com cotação mais alta joga sempre fora até às últimas seis eliminatórias da Taça, ponto a partir do qual todos os jogos serão disputados em terreno neutro. Todos os jogos da Taça que não tenham um vencedor definido após o tempo normal de jogo irão a prolongamento e depois tem lugar um desempate por pontapés da marca de grande penalidade. Sobre como escolher os marcadores veja o capítulo "Convocatória: Rotina e Confusão".

Formato da Taça

A Taça mais importante de qualquer campeonato é a Taça Nacional. Esta está aberta a todas as equipas da VI Divisão e acima que tenham um diretor desportivo humano. Apenas as melhores equipas terão a possibilidade de ganhar a Taça Nacional, mas qualquer equipa que chegue longe nesta competição será bem recompensada.

No entanto, se a sua equipa for eliminada prematuramente da Taça Nacional, terá uma segunda hipótese. Se for eliminada numa das seis primeiras eliminatórias da Taça Nacional, irá conquistar um lugar numa das três Taças Challenger nacionais. Participar nas Taças Challenger ainda será atrativo para o seu clube, mas as recompensas serão muito menores do que na Taça Nacional. Se puder, deverá sempre compensar permanecer na Taça Nacional.

As três Taças Challenger são chamadas de Esmeralda, Rubi e Safira. A Taça Esmeralda recebe qualquer equipa que seja eliminada da Taça Nacional na eliminatória 1 ou 6. As equipas que sejam eliminadas nas eliminatórias 2 e 5 são transportadas para a Taça Rubi. As equipas eliminadas nas eliminatórias 3 e 4 são movidas para a Taça Safira. As três taças decorrem em paralelo umas às outras e à Taça Nacional e será coroado um vencedor em cada uma delas. Por favor, lembre-se que as Taças Challenger podem ter nomes diferentes dos originais em alguns campeonatos.

As equipas que sejam eliminadas na eliminatória 1 da Taça Challenger Esmeralda e na eliminatória 1 da Taça Challenger Rubi irão ganhar um lugar na Taça de Consolação. Esta Taça não dá qualquer prémio monetário ou outras regalias, mas o vencedor ainda recebe um troféu.

Nos campeonatos com mais do que seis divisões as Taças Divisionais são organizadas por Divisão VII e abaixo. As Taças Divisionais seguem um padrão parecido à Taça principal, às três Taças Challenger, Esmeralda, Rubi e Safira, bem como à Taça de Consolação. A única diferença é o prémio geral ser mais baixo.

O tamanho das Taças é determinado pelo número de equipas qualificadas para a taça e têm diretores desportivos humanos. Será escolhido o tamanho da Taça mais pequeno possível que ainda assim arranje espaço para todas as equipas humanas qualificadas. Assim que todas as equipas humanas lá estejam, a Taça será preenchida com equipas bot para completar o campo inicial.

1. A quantidade de equipas qualificadas geridas por humanos é contada
2. O tamanho da taça mais pequeno que encaixe todas as equipas geridas por humanos é escolhido
3. Esta Taça é, então, primeiramente preenchida por equipas humanas
4. Depois os bots "normais" do sistema do campeonato são usados
5. Se isto não for suficiente, novas equipas bot são criadas apenas para o propósito da Taça


Semana Taça Nacional Taça Challenger
(Esmeralda)
Taça Challenger
(Rubi)
Taça Challenger
(Safira)
Taça de Consolação
Equipas Equipas Equipas Equipas Equipas
1 16384
2 8192 8192
3 4096 4096 4096 4096
4 2048 2048 2048 2048 4096
5 1024 1024 1024 2048 2048
6 512 512 1024 1024 1024
7 256 512 512 512 512
8 128 256 256 256 256
9 64 128 128 128 128
10 32 64 64 64 64
11 16 32 32 32 32
12 8 16 16 16 16
13 4 8 8 8 8
14 2 4 4 4 4
15 - 2 2 2 2
16 - - - - -
  • As equipas que percam na primeira e sexta eliminatórias da Taça Nacional irão mudar-se para a Taça Challenger Esmeralda.
  • As equipas que percam na segunda e quinta eliminatórias da Taça Nacional irão mudar-se para a Taça Challenger Rubi.
  • As equipas que percam na terceira e quarta eliminatórias da Taça Nacional irão mudar-se para a Taça Challenger Safira.
  • As equipas que percam na primeira eliminatória da Taça Challenger Esmeralda e na primeira eliminatória da Taça Challenger Rubi irão mudar-se para a Taça de Consolação.

Efeitos na Equipa

Um aspeto importante das Taças são as opções táticas que elas apresentam. Permanecer na Taça durante muito tempo dá-lhe mais jogos competitivos, o que também significa mais oportunidades para aumentar a confiança e o espírito de equipa na preparação para o campeonato. Os jogos da Taça também dão mais experiência aos seus jogadores, o que combinado com maiores vendas de bilhetes tornam ainda mais valioso um percurso mais longo na Taça. No entanto, nem todas as Taças terão o mesmo impacto na sua equipa.

Os cartões e as lesões têm o seu efeito total em todas as Taças. Se vir um cartão num jogo da taça, o seu jogador pode vir a ficar suspenso num próximo jogo do campeonato.

O espírito de equipa, a confiança e o moral dos adeptos: Apenas os jogos da Taça Nacional e da Taça Divisional terão um efeito nestes valores. Os jogos disputados em qualquer outra taça comportam-se como num amigável quanto ao impacto no espírito de equipa, confiança e moral dos adeptos futuro.

Experiência: A Taça Nacional e a Taça Divisional dá ao jogador em campo o dobro da quantidade de experiência comparado a um jogo do campeonato. Os jogos da Taça Challenger e da de Consolação dão ao seu jogador metade da experiência que eles receberiam num jogo do campeonato.

Receita da Taça

A venda de bilhetes é uma vantagem de um desempenho na Taça bem sucedido. Quanto mais progride em qualquer Taça, mais espectadores assistirão e maior receita será gerada. A Taça Nacional e as Taças Divisionais são consideravelmente mais atrativas para os adeptos do que as suas correspondentes Taças Challenger ou de Consolação. Enquanto um jogo da Taça Nacional e da Taças Divisional (pelo menos nas eliminatórias mais avançadas) podem atrair um número de público parecido ao jogo do campeonato, as outras taças são mais comparáveis aos amigáveis no que diz respeito à assistência de público. A Taça Challenger Nacional irá atrair três vezes mais espectadores do que um amigável internacional entre as duas equipas iria atrair. A Taça de Consolação Nacional irá atrair duas vezes o número de espectadores do que um amigável internacional entre as duas equipas atrairia. A Taça Challenger Divisional irá atrair duas vezes o número de espectadores do que um amigável internacional entre as duas equipas atrairia. A Taça de Consolação Divisional atrairá 50% mais espectadores do que um amigável internacional entre as duas equipas atrairia.

A equipa que joga em casa recebe 67% das receitas e a equipa que joga fora recebe 33%. Nas últimas seis eliminatórias, as equipas dividem a receita 50/50. De um modo geral, os adeptos não estão muito interessados nas primeiras eliminatórias da Taça, mas o seu interesse vai crescendo à medida que a Taça avança. Também é verdade que os adeptos de uma equipa de uma divisão mais baixa quererão ver um jogo contra uma equipa de uma divisão superior, mas isto não é verdade visto da outra perspetiva. As melhores equipas na Taça também receberão um prémio em dinheiro, como consta na tabela abaixo. Não existe prémio para o melhor marcador da Taça.

Taça Nacional

Posição Taça Nacional Taça Challenger Taça de Consolação
Vencedor 1 500 000 US$ 300 000 US$ -
Finalista vencido 1 000 000 US$ 150 000 US$ -
Semi-finalista 750 000 US$ 100 000 US$ -
Eliminado nos 1/4 de final 500 000 US$ 50 000 US$ -
Eliminado nos 1/8 de final 250 000 US$ 25 000 US$ -
Eliminado nos 1/16 de final 200 000 US$ - -
Eliminado nos 1/32 de final 180 000 US$ - -
Eliminado nos 1/64 de final 160 000 US$ - -
Eliminado nos 1/128 de final 140 000 US$ - -
Eliminado nos 1/256 de final 120 000 US$ - -

Taça Divisional

Posição Taça Divisional Taça Challenger Taça de Consolação
Vencedor 300 000 US$ 150 000 US$ -
Finalista vencido 150 000 US$ 100 000 US$ -
Semi-finalista 100 000 US$ 50 000 US$ -
Eliminado nos 1/4 de final 50 000 US$ 25 000 US$ -
Eliminado nos 1/8 de final 25 000 US$ - -
 
 
Server 081